sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Educação à distância e suas tecnologias

Por Ederson da Silva dos Reis

            Para que uma sociedade alcance os objetivos a que se propõe em sua estrutura organizacional, visando a sua ordem e progresso, é fundamental a observância e aplicabilidade de sistemas de ensino e aprendizagem, que perpassam pelas diversas áreas da educação. Pois, é sabido por todos, que a educação é a força motriz do bem estar e manutenção do corpo social. E esta pode ocorrer de duas formas ou modalidades, a saber: à distância ou presencialmente.
            Em tempo, objetivando desfazer alguns paradigmas educacionais, iremos elucidar a modalidade à distância, dando um enfoque maior na sua necessidade atual, bem como na sua importância e contribuição para a expansão do saber.
            Inicialmente, é necessário partir de uma definição do que se trata esta modalidade. E, para tanto, evocamos a definição de Jose Manuel de Moran.[1] Segundo ele a

Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente. É ensino/aprendizagem onde professores e alunos não estão normalmente juntos, fisicamente, mas podem estar conectados, interligados por tecnologias, principalmente as telemáticas, como a Internet. Mas também podem ser utilizados o correio, o rádio, a televisão, o vídeo, o CD-ROM, o telefone, o fax e tecnologias semelhantes.[2]

            A percepção de Moran nos é muito cara, pois verdadeiramente nos situa no âmbito da educação à distância, cuja funcionalidade desdobra-se a partir de tecnologias, onde interligam o professor ao aluno e vice-versa, tornando o conhecimento acessível inclusive através do mundo virtual. Nota-se que esta modalidade de ensino procura realmente se utilizar das tecnologias para estabelecer caminhos que resultem no ensino e aprendizagem de quem a utiliza. Diante disso, podemos elencar as seguintes tecnologias utilizadas para este processo educacional, as quais são: Blog, Webquest, Fórum, Chat, dentre outras ferramentas tecnológicas.
            Ademais, cumpre-nos lembrar que, segundo Gislaine Brasil Ribeiro Gontijo,[3] “outro fator a considerar é que essa modalidade de educação favorece e incentiva o desenvolvimento da autonomia do sujeito em seu processo de aprendizagem, pois lhe dá condições de gerenciar com responsabilidade e liberdade seus estudos e pesquisas [...]”. O que revela, por sua vez, a importância e contribuição que a educação a distância propicia ao sistema de ensino.
Por fim, diante do exposto, cabe-nos afirmar que é necessário que a educação amplie suas áreas de atuação, bem como sua modalidade, para que assim o conhecimento esteja ao alcance de todos, tornando contínua a busca pelo saber.


Referências:

GONTIJO, Gislaine Brasil Ribeiro. Educação à distância – modalidade de ensino para grandes distâncias / Desigualdades. In: http://www.divinopolis.uemg.br - Acessado em 22/09/2011 às 15h   

MORAN, Jose Manuel. O que é educação à distância. http://www.eca.usp.br - Acessado em 22/09/2011 as 14:57h


[2] MORAN, Jose Manuel. O que é educação à distância. http://www.eca.usp.br - Acessado em 22/09/2011 as 14:57h
[3] Pós-Graduada em Psicopedagogia; Mestranda em Educação.

Nenhum comentário: