terça-feira, 26 de outubro de 2010

Beleza encantadora


O ser humano tende a se tornar produto do meio em que vive ou se relaciona, no afã de ser reconhecido e valorizado como tal. Nesse caso, a beleza constitui-se um fator normativo e determinante para o mesmo se impor.
Embora, nos dias hodiernos, os padrões de beleza estejam associados unicamente a estética, esta sobrepõe-se aos parâmetros estabelecidos pela industria de cosméticos ou da moda. Indiscutivelmente, a beleza estética contribue para o bem estar e realização do individuo, porém por um curto espaço de tempo.
Contudo, a beleza que se põe a mesa é a das atitudes, que eleva o homem a um patamar de dignidade e contínua formosura, e, além disso, o faz ser notório e bem quisto pelos que o cercam, transformando, com requinte, um ambiente insólito em lugar encantador.
Por fim, no decorrer do percurso da existência, os holofotes devem estar sobre a beleza que emana do interior do homem, através dos gestos e manifestações de afeto, contribuindo assim com o paisagismo da vida, pois é certo, que ao contemplar esta beleza, passaremos por uma metamorfose.

Por Ederson da Silva dos Reis

Nenhum comentário: