quarta-feira, 12 de agosto de 2009

CRISTIANISMO, O PLANO DE SALVAÇÃO

O Plano chamado “Cristianismo” de qualquer forma traz o assunto “Fé”, que está sujeito a permanentes ataques dentro deste quadro. A pessoa à medida que entende assim, trazendo o Cristianismo como solução, vai percebendo seus defeitos e o mal no mundo a ponto de indagar se vale a pena ser cristão. Diante de toneladas de idéias se não houver investigação de forma pessoal acaba não deixando claro pra si o Cristianismo.
Se o centro da mensagem de Cristo é o Reino de Deus pode ser considerado como à grupos de pessoas levadas a obediência e a vontade de Deus. Assim comunicariam ao mundo o Reino de maneira que viesse influenciar.
Como se construir o Reino de Deus se esta espiritualidade esta no mundo?
Pode-se ter o Reino entre nós?
Em toda a história desenvolveu-se uma balança entre estar dentro do plano e fora do plano. A fé encontraria que razão? É um caso a se pensar. A pregação de Cristo acerca do Reino é imanente ao mundo para que o plano de Deus no Cristianismo tenha um desenvolvimento no mundo e este desenvolvimento leva a outra história porque ao chegar ao fim e finalmente o cristianismo acontecer parece ser não por esforço humano e sim por uma ação sobrenatural colocando o fim a nossa história, implantando um novo cristianismo, o verdadeiro plano. Quando Cristo trata acerca do Reino da a entender que tudo é imediato, eliminando de certa forma o novo cristianismo, embora não tenha inventado a concepção do Reino os judeus aguardavam um final e Cristo não faz indicação do futuro. Acerca do Reino de Deus como o plano de salvação, hoje temos grandes bombardeios que são resultados sociológicos, filosóficos, psicológicos, inseridos no contexto doutrinal resultando em uma sociedade duvidosa acerca da salvação. Muitos procuram ingressar nas igrejas com a missão desafiadora de permanecer crendo na salvação. Os argumentos são contundentes? Porque uns continuam enquanto outros desistem na realidade face a um mundo moderno com a tecnologia tomando grandes proporções? É possível que seja um ingrediente ativo naquilo que podemos considerar um descontrole emocional no mundo com nosso dia-a-dia, ou se ausentar do mesmo em parte dando espaço ao plano. A psicologia encontra espaço aqui, tirando o foco de Deus e a ação de Cristo. A filosofia já discute a tempo e nos apresenta algumas razões de tomar consciência de permanecer no plano da salvação para que se ache em nós mesmos o plano de Deus permitindo à nós ficar dentro dele.
Ante o exposto....dê a si mesmo o direito de pensar!

TEXTO: Ederson Reis

FONTE: CASTRO, Antonio Maria

2 comentários:

amigodcristo disse...

Olá Ederson graça e paz seja contigo!!
Passando para conhecer seu espaço, e gostaria de aproveitar
A oportunidade e te convidar para conhecer o Amigo de CRISTO
É um blog novo, mas voltado e acunhado na palavra, isento de criticas
Mas como meta, levar o leitor direto ao alvo, à pessoa de Jesus, sua visita
Será uma alegria paz seja contigo.. Amigo De Cristo

Blog do Sheivison disse...

Gostei da materia, é bom saber que em meio as heresias pessoas se preoculpam em divulgar o evangelho... salvaçao ta fora de moda nao é mesmo? Visite meu blog, passa e comente. Deus te abençoe.